Harvey Weinstein terá muita coisa para fazer antes do Oscar 2014

Fundada em outubro de 2005, pelos irmãos Weinstein depois de deixarem a ja extinta Miramax, no qual foi fundada em 1979, a The Weinstein Company se tornou um sinônimo de filmes prestigiados pela crítica e de boas bilheterias.
Agora, depois de quase 10 anos da sua fundação a Weinstein Company possui um dos maiores e melhores pacotes da sua história para serem colocados no Oscar. Com mais de dez filmes no pacote para conquistar alguns Oscars no ano que vem, Harvey Weinstein terá que decidir nas próximas semanas qual o filme que ele realmente vai se concentrar em investir o maior dinheiro na divulgação.
No momento, a Weinstein Company esta se concentrado bastante em "Fruitvale Station", o qual venceu   o Festival de Sundance desse ano como o melhor filme da competição. Os mais prestigiados no
momento são: Michael B. Jordan (intérprete de Oscar Grant que foi morto numa estação de trem na virada do ano), Octavia Spencer (intérprete da mãe de Oscar Grant), e o próprio longa metragem. Mas, não espere que esse filme seja o escolhido da produtora, porque segundo o THR, o filme se for indicado para alguma coisa será a mesma surpresa que "Indomável Sonhadora" deu esse ano. O principal foco da Weinstein, com "Fruitvale Station" deverá ser as premiações paralelas como o Spirit Awards. Mas, os possíveis consagrados com essa ajuda podem ser, "Lee Daniel's The Butler" que graças a disputa judicial com a Warner Bros. teve um empurrão bem generoso na divulgação. "Mandela -  a Long Walk To Freedom" vai tirar "benefício" dos últimos dias de vida de Nelson Mandela, ja que o filme é uma cinebiografia do líder, estrelada por Idris Alba. "August: Osage Count" é o filme que mais parece estar "clima" para receber o incentivo, até porque o filme trocou de data com "Grace Of Monaco", e também porque é o longa metragem que mais tem chances de levar um Oscar para a Weinstein, com Meryl Streep como a matriarca viciada em drogas e Julia Roberts, a filha renegada, podem levar suas respectivas estatuetas para casa. Nicole Kidman também pode surpreender com a sua Grace Kelly em "Grace Of Monaco", mas duvido muito que esse será o filme escolhido para receber a maior atenção. Por fim, temos aqueles filmes que ainda não possuem data, mas não perdem suas chances, como "Philomena" estrelado por Judi Dench, que foi ovacionado em Cannes na sua exibição teste.
Lembrando que mesmo que o estúdio tenha conquistado 17 indicações no Oscar passado, Harvey se culpa até hoje por não ter dado a décima indicação vaga de "Melhor Filme" para "O Mestre", que só
para constar o filme merecia muito.
Se prepare, os Emmys estão ai, mas não quer dizer que Hollywood vai se deixar apagar por isso.
Fonte: The Hollywood Reporter

0 comments: