Resultados da Bilheteria Brasileira de 10 a 12 de Maio

Sem nenhum filme com força suficiente para tirar "Somos Tão Jovens" da segunda posição, quem dera tirar "Homem de Ferro 3", que nessa semana, completa três semanas no topo das bilheterias, tivemos mais um final de semana pior que fraco.


A melhor estreia ficou com o terror, "O Último Exorcismo - Parte II" que abriu em 266 salas em todo o Brasil, e conseguiu arrecadar 568 mil dólares, conquistando a segunda pior média do Top 5. Bem abaixo dos quase 700 mil dólares feitos por "O Último Exorcismo" em Setembro de 2010 no Brasil. Outra estreia, que ja esta atrasada a alguns meses (novidade), "Uma Ladra Sem Limites" arrecadou menos que "Exorcismo", mas comparando o números de salas, "Ladra" conseguiu uma vantagem muito melhor. O novo filme de Seth Gordon abriu em 175 salas em todo o Brasil, e arrecadou 413 mil dólares, bem abaixo do que "Quero Matar Meu Chefe" fez na sua estreia (foram 781 mil dólares) e do que 'Ted" fez ano passado (foram 1,1 milhões de dólares). Por último, "Amor Profundo" que chega no Brasil com mais de um ano de atraso (mais uma novidade), abriu com míseras 29 salas em todo o país, arrecadando 63 mil dólares. Bem inferior também ao que "Namorados Para Sempre" fez em 2011.
Filmes Em Alta: "Reality" (132,9%), "Wadjda" (1,106.1%), "Amorosa Soledad" (384,9%), "Qual o Nome do Bebê?" (14,6%), "O Lado Bom da Vida" (14,7%), "O Dia Que Durou 21 Anos" (65,6%), "Therese D." (248,3%), "Hitchcock" (153,4%).
Aprovação da Crítica: "Amor Profundo" foi o filme mais bem avaliado com 3,5/5, seguido de 2,0/5 de "O Último Exorcismo - Parte II" e 1,8 de "Uma Ladra Sem Limites".

Confira a Classificação Da Bilheteria Brasileira de 10 a 12 de Maio:

1º. - Homem de Ferro 3
2º. - Somos Tão Jovens
3º. - O Último Exorcismo - Parte II
4º. - Uma Ladra Sem Limites
5º. - Os Croods
6º. - Vai Que Da certo
7º. - A Morte Do Demônio
8º. - Em Transe
9º. - Amor Profundo
10º. - Elena
11º. - Monsieur Lazhar
12º. - Depois de Maio
13º. - Mama
14º. - Oblivion
15º. - Reality

Estreias
Em Alta

0 comments: