Paramount processada por plágio por causa de "G.I.Joe 2: Retaliação"

Com o sucesso da segunda parte da franquia dos "G.I.Joe's", começam a sair os podres. Segundo a Revista Veja, dois dos três roteiristas responsáveis pelo filme indicado ao Framboesa de Ouro por Pior Filme -  "G.I. Joe - A Origem de Cobra", lançado em 2009, David Elliot e Paul Lovett, moveram uma ação de 23 milhões de dólares contra a Paramount, MGM, Hasbro e o produtor Lorenzo Di Bonaventura, alegando que a ideia original para a sequência "G.I. Joe 2: Retaliação" foi escrita por eles. Eles dizem que não foram creditados e sequer receberam pelo trabalho.

Segundo Elliot e Lovett, havia uma cláusula contratual no primeiro longa que dava aos dois a prioridade para desenvolver uma possível continuação.
Logo após a estreia de "G.I. Joe - A Origem de Cobra", os roteiristas foram cobrados para apresentar um enredo e novos personagens para a sequência. Eles afirmam que, durante dois meses, trocaram telefonemas e e-mails com referências e ideias para um novo filme da franquia com os estúdios envolvidos. No entanto, em dezembro de 2009, Elliot e Lovett foram notificados que não seriam os roteiristas da sequência, e que um novo time de autores havia sido contratado. A surpresa veio quando a dupla inicial viu, no filme lançado em 2013, a história supostamente concebida por eles três anos antes.
A ação movida pelos roteiristas pede uma indenização de 23 milhões de dólares.
Os roteiristas do novo G.I.Joe são os mesmo de "Zumbilândia".
Fonte: Veja.com

0 comments: