Viajar é Preciso

Toda a comédia que envolve o nome de Judd Apatow,espera-se algo divertido e engraçado,mesmo sabendo que a grande qualidade dos seus textos sejam consequência de um bom trabalho,mas aqui nem a produção e ajuda de Judd são capazes de salvar o filme da falta de graça,por mais que bons nomes da comédia como Paul Rudd,Jennifer Aniston,Alan Alda,Malin Akerman e (o péssimo) Justin Theroux estejam presentes em cena.
No filme, vemos o casal Gergenblatt,que realizam o sonho de se mudar para glamurosa Manhattan.Apartir daí esta feita a deixa perfeita para que Linda mostre seu novo documentário para a HBO,no qual,é um longa sobre câncer de tésticulos em pinguins (isso mesmo!?) e George consiga um cargo melhor na empresa. Porém o American Dream (ou sonho americano para os leigos) deles,termina antes mesmo dos móveis serem desenpacotados. Sendo assim,George e Linda são forçados a seu mudar para casa do irmão tosco de George,no entanto eles são obrigados a dar uma passadinha numa comunidade hippie por causa de problemas com o carro. Poucos dias depois,eles retornam para a comunidade,porque George não suporta mais seu irmão babaca.
Nós ja vimos essa história antes,não com os mesmos personagens e nem com a mesma "mensagem" inútil do final do filme,mas todo o resto ja foi filmado e lançado antes,e aqui,ao invés de reinventar e melhorar o tema,o diretor de "Faça o Que Eu Digo Não Faça o Que Eu Faço" deixa o tema mais desgastado e sem graça para futuros projetos com a ideia, e isso,deve-se novamente a crise das comédias que Hollywood.
Iniciada depois que "Eu Queria Ter Sua Vida" foi lançado,a crise fez vítimas como "30 Minutos ou Menos","Dotado Para Brilhar","O Grande Ano","Cada Um Tem a Gêmea Que Merece" e o "O Baba(cá)". Por mera coincidência ou não,a maioria dessas comédias erra ao fazer as mesmas piadas de mau gosto sobre sexo,maconha e sobre mulheres.E é aí que "Viajar é Preciso" se esfacela,por não inovar nas piadas,mesmo que a história não tenha inovação e estilo,boas piadas salvariam o filme,mas não,ele se repete inúmeras vezes trazendo piadas toscas e sem graça ja vistas antes nos também tolos filmes de Adam Sandler.
A culpa é então de David Wain,o diretor de "Faça o Que Eu Digo Não Faça o Que Eu Faço" frustra aqueles que esperavam uma comédia aos mesmo moldes do seu filme anterior,que mesmo com Sean William Scott que não ajudava em nada,a não ser atrapalhar,Paul Rudd e Jane Lynch salvavam o ator de ser apontado como um dos piores do ano. Ja aqui,Paul Rudd e Jennifer Aniston não conseguem a mesma proeza,porque mesmo ambos sendo ótimos atores de comédia (destaque para Paul) o resto do elenco parece estar sobre efeito de drogas,em outras palavras estão todos chapados. No entanto,o único que não esta sobre efeito de drogas é Justin Theroux,que esta irritante em cena,juro a você que se ele estivesse do meu lado ao final do filme eu o daria um soco nele de tão chato que ele estava. Nem mesmo Alan Alda e Malin Akerman se salvam e se entregam a doidera de David Wain.
Só espero então que o próximo filme de Wain,"They Came Together" com Amy Poehler,Paul Rudd e Ed Helms seja melhor que esse aqui,porque "Viajar é Preciso" não é nada mais que uma mera comédia sem graça que Hollywood lança ao mundo para cair (novamente) no ostracismo das prateleiras da locadoras e nos sites com o sistema On Demand.
Nota: 6,0

0 comments: