O Último Desafio

Não vou mentir em dizer que adoro os novos astros de ação como Jason Statham,porque não gosto,ja os antigos digamos que tenho uma certa empatia,não com Sylvester Stallone porque além de ser um péssimo ator ainda não se olhou no espelho e viu que esta velho,mas a velha guarda que estara em cartaz em breve como Al Pacino,Christopher Walken,Alan Arkin e Arnold Schwarzenegger sempre tiveram minha simpatia,até vir a imprensa o caso do até então governador da Califórnia,Sr. Schwarzenegger que estaria tendo um caso com a empregada, e depois do acontencido obteve meu despreso,até que o dia que assisti "O Último Desafio"
O xerife Ray Owens ja teve seus momentos de glória no departamento de narcóticos de Los Angeles,mas hoje por motivos pessoais,ele trabalha como xerife da até então pacata cidade de Sommerton. Mas devido um descuido e a presença de um agente duplo,o traficante de drogas mais perigoso do mundo,perdendo apenas para Pablo Escobár,foge do combôio policial que o levaria para o corredor da morte e agora esta a caminho do seu país natal.Porém,até que chegue na fronteira entre EUA e México, Gabriel Cortez terá de passar por Sommerton,cidade no qual o xerife Ray Owens comanda com sua equipe.
Como ja disse a vocês desde o caso da empregada doméstica minha simpatia por Arnold Schwarzenegger caiu muito e depois de se firmar como político era certo que ele não voltaria mais aos cinemas,porém ve-lo em "Os Mercenários 2" podemos concluir que Arnold esta de volta ainda melhor de quando saiu e isso fica mais evidante num filme que ele esta sozinho (sem a presença chata de Stallone ou Statham). E o que me deixa contente aqui,é que ele não esta como o Sr. Stallone que pensa que esta com 30 anos, Schwarzenegger se olha no espelho e diz que esta velho e essa é a melhor parte,porque ele esta envelhecendo numa forma invejável e continua com a mesma excelente presença de cena. No entanto, o filme não é só dele,temos aqui muitos atores que ajudam esse filme a ser o que é,a começar por: Forest Whitaker esta como sempre ótimo ao fazer um comandante do FBI,e mesmo que esteja num papel que não favorece seu talento,ele esta muito divertido e convincente como sempre. Luis Guzman é o alivio cômico deste filme que possui muitos bons momentos de comédia,e ele esta quase sempre a frente disso,porque até levando um tiro ele fica super engraçado. Peter Stormare consegue a proeza de esta irritante em todos os seus papéis,desde "A Ocasião Faz O Ladrão" até "Fargo",e aqui, não é diferente mesmo num papel super fácil,ele consegue estregar um personagem que tinha de tudo para ser divertido. Uma grata surpresa foi Jaimie Alexander,que foi muito mal utilizada em "Thor",mas que aqui no papel certo mostra que ainda tem muita coisa boa para mostrar,e no papel da policial Sarah tivemos uma pequena amostra do que esta para vir. Johnny Knoxville esta assim como Guzman,muito engraçado mesmo que em certas cenas esteja um pouco exagerado ele faz muita graça. E por fim, nosso brasileiro Rodrigo Santoro nos proporciona uma grata e ótima surpresa fazendo seu primeiro filme de ação em Hollywood, mostrando que ele não vai parar até ser reconhecido num grande papel,aqui digamos que fora uma boa diversão.
A direção de Jee-woon Kim não decepciona e faz um trabalho decente. Ja o roteiro de Andrew Knauer,Jeffrey Nachmanoff e George Nolfi pode ser uma bagunça,pode estar recheado de clichês e pode até construir uma história muito batida,mas com esse elenco é impossível não gostar da história que faz os antigos amantes dos filmes de ação da velha guarda e os novos fãs poderem que deizer que "Arnold Schwarzenegger voltou,e ainda melhor".
Pena que o público não esteja conrrespondendo ao bom filme que temos aqui,que no qual se tornou o primeiro grande fracasso comercial de 2013.Uma pena,o filme merecia e merece  ser visto.
Obs: Meu parabéns a equipe de mixagem e edição de som,o resultado foi fantástico só melhor a diversão.
Nota: 8,0 

0 comments: