Amor

Se você leu meus comentários da terrível lista do Oscar 2013,sabe que não fiquei muito contente com a muitas indicações que o longa franco-austríaco vencedor da Palma de Ouro de Cannes 2012 recebeu,então além de ser o novo filme de Michael Haneke,era praticamente uma obrigação minha de ir aos cinemas para conferi-lo e dizer realmente se as indicações valeram e o trabalho de Haneke é melhor que "A Fita Branca". Minha conclusão? Você vai saber em instantes.
Georges e Anne formam um belo casal de idosos,ambos moram num belo apartamento,tem uma filha aparentemente boa de vida e acima de tudo,tem saúde e dinheiro. Mas num dia que Anne entra em transe completo na hora do café da manha,seu marido Georges fica extremamente preocupado com a saúde da esposa,que posteriormente viria a ter um derrame.Então,a professora de piano aposentada depende do seu marido para praticamente tudo,até ir ao banheiro,mas tudo que estava ruim tende a ficar pior, no dia que Anne da outro derrame. E se as coisas estavam ruins tendem sempre a ficar pior como você bem sabe, e se não fosse pelo amor de ambos,tudo teria terminado muito pior do que terminou.
Quando Michael Haneke lançou "A Fita Branca" ele foi ovacionado pela crítica e recebeu duas tímidas indicações ao Oscar de 2010,uma a melhor fotografia que perdeu para "Avatar" (prêmio que na verdade deveria ter ficado com "Guerra Ao Terror") e para Melhor Filme Estrangeiro,que injustamente perdeu para "O Segredo dos Seus Olhos",filme que nunca deveria ter ganhado de "A Fita Branca".Mas agora três anos depois surge "Amor" para vingar todos os prêmios que o excelenete "A Fita Branca" não venceu,só que dessa vez algumas destas indicações foram um pouco exageradas,a começar pela indicação a Melhor Filme,que mesmo sendo um dos melhores do ano, não era para aparecer na lista,tendo em vista os inúmeros prêmios que esse filme ja venceu e vai vencer,digamos que ainda estou avaliando outros filmes que merceiam mais estar na lista,do que "Amor". Outra indicação injusta foi para a direção de Michael Haneke,que mesmo sendo um dos melhores diretores da Europa,mas realizadores como Ben Affleck merericiam essa vaga. No entanto,tendo em vista que quase todo ano a academia destina uma indicação a Melhor Roteiro Original para aqueles filme que vão vencer Melhor Filme Estrangeiro ("A Separação" ano passado entreou no lugar de "Jovens Adultos"),não é de grande loucura indicar "Amor" mesmo que os roteiros de "Looper - Assassinos do Futuro" e "O Mestre" mereciam tal reconhecimento também. Mas indicações merecidas mesmo ficaram a cargo de Melhor Atriz para Emmanuelle Riva,que mostra porque as atrizes francesas são muitos competentes,numa performace mais que excelente e (logicamente) a de Melhor Filme Estrangeiro,que na qual ja esta ganha a muito tempo.
Enfim,indicações comentandas,vamos ao filme: temos um excelente longa aqui por vários fatores, a começar pelo método usado por Haneke de usar apenas um cenário, dando a sensação de estarmos dentro do apartamento convivendo com aquele casal durantes as duas horas e cinco de filme,o recurso é ótimo e ajuda muito o espectador a entender melhor o filme,assim como Polanski utilizou para filmar "Deus da Carnificina". O roteiro é tão bom quanto "A Fita Branca",tratando de uma ideia que aparentemente poderia ser chata e nefasta, em algo interessante e simpático,mesmo com um final muito surpreendente que nos provoca a sensibilidade de pensar se era certo ou não.
O elenco,é outra obra prima do cinema europeu, nos trazendo atores que são tão bons quanto qualquer outro novo ator de Hollywood que se acha a nova Meryl Streep ou o novo George Clooney. Emmanulle Riva faz uma interpretação arrebatadora e emocionalmente,talvez uma das melhores atuaçõs que esse cinema teve o prazer de ver. E não podemos deixar Jean-Louis Trintignant de fora ou desmerece-lo,porque seria muita falta de cultura nossa,então posso dizer com segurança que se tivesse o espaço para mais um indicado ao Oscar (depois de John Hawkes e Richard Gere) certamente falaria o nome desse ótimo ator,que entrega uma das, dez maiores e melhores performaces de 2012.
Se você acha que ama de verdade,tem que ver esse filme, você vai se surpreender em todos os sentidos.É sem dúvida um dos quinze melhores filmes do ano.
Nota: 10 - Excelente

0 comments: